Idoso é preso suspeito de abusar de duas bisnetas e pode ter transmitido HIV para elas, em Goiás

Capa » GOIANÉSIA » Idoso é preso suspeito de abusar de duas bisnetas e pode ter transmitido HIV para elas, em Goiás
Idoso é preso suspeito de abusar de duas bisnetas e pode ter transmitido HIV para elas, em Goiás
Compartilhe agora:

De acordo com a Polícia Civil, os crimes ocorreram em Barro Alto e Inhumas. Uma das vítimas tinha 5 anos quando foi abusada pela primeira vez e a outra 6.

Um homem de 78 anos foi preso suspeito de abusar das bisnetas de 10 e 13 anos desde que elas tinham 5 e 6 anos respectivamente, em Goiás. Segundo a Polícia Civil, ele pode ter transmitido HIV para as vítimas por ter se relacionado com uma mulher que tem Aids. O idoso responde por estupro de vulnerável, mas negou os crimes ao ser interrogado pela corporação.

“Descobrimos que ele teve relações com uma usuária de drogas que tem Aids. Por isso as meninas passaram por exames no Hospital Materno Infantil em Goiânia para saber se ele transmitiu o HIV para elas. Os resultados ainda não saíram”, explicou o delegado Miguel Mota.

O investigador acrescentou que o idoso não informou se tem Aids ou não, mas se os exames apontarem que as vítimas foram contaminadas, ele também poderá responder por tentativa de homicídio.

Estupros das bisnetas

Segundo a corporação, os abusos ocorreram nas cidades de Iumas, no centro de Goiás, e em Barro Alto, na região norte do estado.

De acordo com o delegado, a vítima de 10 anos de idade contou para a mãe sobre os abusos no último dia 21 de janeiro, dizendo que não aguentava mais as investidas do parente. Transtornada com a notícia, a mãe registrou o caso na Polícia Civil de Inhumas.

O delegado disse a irmã da primeira vítima foi ouvida como testemunha e, na ocasião, a menina de 13 anos também contou ser vítima do idoso. O registro desses abusos foi feito em Barro Alto.

O idoso foi preso preventivamente na última quinta-feira (7), em Barro Alto. Segundo o delegado, o pai das vítimas e neto do idoso o levou para a cidade depois de saber das denúncias.

A Polícia Civil deve indiciar o idoso em dois inquéritos diferentes, sendo um em Barro Alto e outro em Inhumas, ambos pelo crime de estupro de vulnerável. Se for condenado, a pena pode chegar a até 15 anos de prisão.

com informações G1 Goiás

Contato: (62) 9 8499 0690
(clique para ligar agora)

informativocidades@gmail.com

Um comentário

  1. Tinha que mostrar a cara do vagabundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos requeridos estão marcados *

*