Polícia Civil investiga cinco pessoas suspeitas de furar a fila da vacinação contra a Covid-19 em Santa Rita do Novo Destino

Capa » NOTÍCIAS » Polícia Civil investiga cinco pessoas suspeitas de furar a fila da vacinação contra a Covid-19 em Santa Rita do Novo Destino
Polícia Civil investiga cinco pessoas suspeitas de furar a fila da vacinação contra a Covid-19 em Santa Rita do Novo Destino
Compartilhe agora:

Delegada apurou que os investigados não pertencem ao grupo prioritário definido no Plano Nacional de Imunização. Secretário de Saúde disse que vacinou pessoas que, em algum momento, entrariam na fila de vacinação, para não perder as doses.

A Polícia Civil investiga cinco pessoas suspeitas de furar a fila da vacinação contra a Covid-19 em Santa Rita de Novo Destino , na região do Vale do São Patrício. Segundo a delegada Aline Lopes, ao que tudo indica, quatro delas, com idades entre 40 e 50 anos, alegaram receber as doses porque alguns profissionais da saúde não quiseram se vacinar.

“Identificamos cinco pessoas que não fazem parte do grupo prioritário vacinadas indevidamente. Os investigados ou são servidores da prefeitura ou tem parentesco com algum servidor. Por isso, estamos individualizando a conduta de cada um para que sejam responsabilizados”, esclareceu.

Segundo a delegada, caso as irregularidades seja comprovadas, os envolvidos podem responder por crime contra medida sanitária, com pena de reclusão de um ano, e peculato, cuja pena pode chegar a 12 anos de prisão.

O secretário Municipal de Saúde, Marcelo Moraes, explicou que as doses foram aplicadas em pessoas que, em algum momento, entrariam nos grupos prioritários definidos pelo Plano Nacional de Imunização. Ele justificou que elas receberam as vacinas para que as doses não fossem descartadas, pois sobraram depois de viagem a um povoado do município.

Moraes e a equipe viajaram cerca de 30 quilômetros para vacinar idosos que integram o grupo prioritário. Na volta, perceberam a sobra de quatro doses e, para não descartar o imunizante, decidiram fazer a aplicação em pessoas que entrariam no grupo prioritário, em algum momento.

Segundo o secretário, as doses foram aplicadas em pessoas com doenças cardíacas, hipertensas e com algum tipo de câncer. Porém, a idade dessas pessoas não foi divulgada.

“Chegamos no final da tarde com quatro doses. Para não descartamos essas doses, seguimos o Plano Nacional de Imunização, administrando essas doses em pacientes que em algum momento entrariam na campanha de vacinação por pertencerem a grupos prioritários. São cardiopatas, hipertensos e oncológicos”, destacou Moraes.

Santa Rita do Novo Destino registra 112 pessoas contaminadas com o coronavírus e seis mortes até esta quarta-feira (3), conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde. O estado tem 404.965 infectados e 8.714 mortes  pela doença. Os dados mostram que Goiás teve recorde de registros de mortes por coronavírus em 24 horas: 169 óbitos.

Contato: (62) 992719764
(clique para ligar agora)

informativocidades@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos requeridos estão marcados *

*