Guto comemora classificação, dedica seu trabalho à torcida e evita falar em eleições

Capa » ESPORTE » Guto comemora classificação, dedica seu trabalho à torcida e evita falar em eleições
Guto comemora classificação, dedica seu trabalho à torcida e evita falar em eleições
Compartilhe agora:

O que os jogadores fizeram aqui hoje e o trabalho que a comissão técnica e nós da diretoria desenvolvemos tem um único propósito: dar alegria à torcida, não existe outra justificativa. Então essa festa é toda dela. Queríamos um grupo aguerrido, que lutasse e honrasse a camisa por causa da torcida e isso nós conseguimos fazer”.

O Vila Nova venceu o Brasil de Pelotas nas penalidades, após um novo empate por 0 a 0, e se classificou à fase final da Série C, onde vai defender o título com o Londrina. Ao final da partida, em meio à festa dos jogadores e da torcida, o presidente Guto Veronez concedeu entrevista ao repórter Vinícius Tondolo e fez questão de dedicar a classificação ao torcedor:

 

“O que os jogadores fizeram aqui hoje e o trabalho que a comissão técnica e nós da diretoria desenvolvemos tem um único propósito: dar alegria à torcida, não existe outra justificativa. Então essa festa é toda dela. Queríamos um grupo aguerrido, que lutasse e honrasse a camisa por causa da torcida e isso nós conseguimos fazer”.

Apesar de visivelmente emocionado e satisfeito com o feito conquistado, dias antes da partida o próprio Guto Veronez publicou em suas redes sociais que não vai se candidatar à reeleição ao final do ano, fato que surpreendeu muitos. A sua reeleição era dada como certa entre os torcedores. Ele não quis falar muito sobre o fato, mas disse ser uma decisão irredutível:

“Não vou comentar sobre esse assunto agora, vou me resguardar ao direito de comemorar essa vaga na final e buscar o nosso título. O que eu peço no Vila Nova é união, todos nós, quem quer que seja, erramos e acertamos. Sem dedicação, trabalho e união, não chegaríamos a essa final. Foi uma série de fatores e a junção de vários trabalhos que nos trouxeram até aqui”.

Ele deixa bem claro que a insatisfação maior é com os bastidores pesados e tensos na área política do clube. Até por isso, Guto pede que as já famosas intrigas políticas dentro do Vila Nova façam parte do passado para que o clube tenha um futuro mais tranquilo e vitorioso:

“Temos que apagar esse passado do Vila Nova, estamos construindo um novo futuro, páginas novas que passam não só pelo trabalho do presidente, mas pelo trabalho do gerente, do supervisor, dos conselheiros e principalmente da nossa torcida. Todos esses méritos são divididos em partes iguais para todos os lados”.

Nessa linha de pensamento, o presidente ressalta que não teve problemas de relacionamento com o diretor de futebol Hugo Jorge Bravo, fato que por algumas vezes vazou os bastidores do Vila, e elogiou o trabalho do comandado:

“Nós estamos trabalhando para manter a base desse grupo, a torcida pode ficar despreocupada quanto à isso. Inclusive na diretoria, dizem que eu e o Hugo não damos bem, não é verdade. Tanto que o Guto não fica no Vila Nova sem o Hugo, são trabalhos que dependem um do outro e estão dando certo. Ele tem que ser mantido onde está”.

Contato: (62) 992719764
(clique para ligar agora)

informativocidades@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos requeridos estão marcados *

*