MC Paulin é levado algemado para delegacia ao participar de ‘pistão náutico’ em SP

Capa » TV CIDADES » MC Paulin é levado algemado para delegacia ao participar de ‘pistão náutico’ em SP
MC Paulin é levado algemado para delegacia ao participar de ‘pistão náutico’ em SP
Compartilhe agora:

Conforme a Polícia Civil confirmou ao g1 nesta quarta-feira (22), o cantor foi liberado após prestar esclarecimento à autoridade policial.

O cantor MC Paulin da Capital, de 23 anos, acabou sendo conduzido à delegacia de Guarujá, no litoral de São Paulo, durante uma força-tarefa realizada pela prefeitura do município para impedir um pistão náutico, conhecido como ‘Revoada no Mar’. Conforme a Polícia Civil confirmou ao g1 nesta quarta-feira (22), o cantor foi liberado após prestar esclarecimento à autoridade policial.

Segundo a prefeitura, o evento clandestino divulgado pelas redes sociais estava previsto para acontecer no Canto do Tortuga, na Enseada. Porém, foi realizado um trabalho integrado entre forças de segurança do município, que se anteciparam às ações dos organizadores do pistão náutico, festa que prometia a presença de DJs e artistas.

A Polícia Civil confirmou ao g1 nesta quarta-feira que a GCM conduziu ao plantão da Delegacia Sede de Guarujá um indivíduo identificado como MC Paulin, que estaria participando de um evento reunindo diversas embarcações nas proximidades do costão da Enseada.

O caso teve repercussão por meio das redes sociais e fãs chegaram a criticar o fato do MC ter sido levado algemado à delegacia. “Preconceito com o funk ainda é grande, infelizmente”, comentou o fã. “Se fosse um playboy eles nem paravam”, comentou outro fã.

Conforme explica a polícia, ele havia sido abordado por membros da Marinha do Brasil que realizavam operação no local em conjunto com a força-tarefa da Prefeitura de Guarujá, com vistas a não permitir esse tipo de evento no local, em função de diversas reclamações sobre som alto, embriaguez e uso de drogas nas embarcações ali reunidas.

De acordo com a Polícia Civil, na embarcação onde ele se encontrava foram localizadas algumas porções de erva esverdeada aparentando ser maconha, sendo todo o material apresentado no plantão policial. Em função de não haver certeza quanto a quem pertencia o entorpecente apreendido na embarcação, foi realizado um registro de apreensão para fins de investigação dos fatos e atribuição da efetiva responsabilidade pela posse do material entorpecente apreendido.

g1 tentou contato com a assessoria de imprensa do MC, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Força-tarefa

Ao longo da semana, a prefeitura afirma que foi adotado um conjunto de ações preventivas que contou com a atuação das diretorias da Secretaria de Defesa e Convivência Social (Sedecon), além da Marinha do Brasil, Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBMar) e das Polícias Militar, Civil e Ambiental.

Para que as lanchas não chegassem ao mar, a Diretoria de Trânsito e Transporte Público (Ditran) fechou de forma preventiva as rampas que dão acesso a faixa arenosa do Canto do Tortuga. O trânsito local também foi bloqueado para evitar o fluxo de pessoas no evento.

A Polícia Ambiental realizou o patrulhamento preventivo nas praias de difícil acesso, tais como: Goes, Sangava, Cheira Limão e Saco do Major. Já a Polícia Militar atuou em conjunto com a Diretoria de Força-Tarefa nas praias do Perequê, Enseada e Guaiúba.

Toda a extensão do canal de Bertioga foi patrulhada ininterruptamente. As demais praias foram fiscalizadas e monitoradas pela Guarda Civil Municipal (GCM), para coibir o acesso de embarcações em locais não permitidos.

A prefeitura afirma que os organizadores tentaram driblar a fiscalização transferindo o evento para a Praia do Guaiúba. No local, a força-tarefa e Corregedoria da GCM fecharam a rampa de acesso a embarcações. A Polícia Ambiental e a Militar realizaram o apoio no ordenamento do local.

Segundo o município, a Marinha do Brasil realizou patrulhamento no mar da praia do Guaiúba, abordando as embarcações e em uma delas constatou que estava com excesso de pessoas e pequena quantidade de maconha. Quatro indivíduos foram encaminhamos à Delegacia de Polícia Sede de Guarujá e uma bicicleta foi apreendida, pois o condutor estava circulando no calçadão.

Durante o fim de semana, a prefeitura afirma que foram atendidas cerca de 140 ocorrências, relacionadas a som abusivo e prática irregular de lazer náutico. Duas motos aquáticas foram apreendidas.

Produtora de MC chegou a fazer postagem sobre o ocorrido em Guarujá, SP — Foto: Reprodução/Instagram

Força-tarefa foi realizada para impedir evento clandestino em mar em Guarujá, SP — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá

Contato: (62) 992719764
(clique para ligar agora)

informativocidades@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.Campos requeridos estão marcados *

*